fbpx

Rejunte colorido: que combinação escolher?

O rejunte é um detalhe muitas vezes esquecido, mas que faz uma diferença enorme na composição do ambiente. Antes de aprendermos os efeitos das diferentes cores existentes desse material, primeiro é preciso entender o papel dele, certo? O rejunte é feito para vedar e preencher as juntas de assentamento das placas de porcelanato, azulejo, cerâmica… Ele é essencial, tanto esteticamente quanto funcionalmente. Fornecendo um acabamento liso e especial e facilidade na limpeza, o rejunte absorve as deformações das placas e diminui a permeabilidade do piso ou parede em que é aplicado, além de proteger contra fissuras e infiltrações.

Ainda, ele também é extremamente importante para a harmonia do ambiente, e, dependendo da cor escolhida, pode mudar o resultado final de sua composição. Antigamente, não existiam tantas variações de cores como podemos ver hoje, e os tons eram limitados à cores padrão (parecido com o cimento). Porém, atualmente, você pode escolher entre tons diferentes e adicionar personalidade ao ambiente por meio do rejunte. 

Primeiramente é preciso escolher o estilo que você quer no ambiente em que vai aplicá-lo, e ele precisa condizer com o resto da composição. A cor do rejunte precisa acompanhar a estética estabelecida, para não ficar destoante com o restante do projeto. Mas como formar combinações com a variedade de cores disponíveis? É possível fazer 3 tipos de combinações entre placa e rejunte: tons iguais, tons parecidos e tons contrastantes.

Tons iguais

Aplicar um rejunte que possui a mesma cor que as peças encaixadas é uma ótima opção para aqueles que desejam uma sensação de amplitude no ambiente. Geralmente é recomendado para peças grandes, para que a sensação de continuidade seja ainda mais forte, mas também pode ser feito para peças pequenas (como as de azulejo) dando um aspecto de uniformidade, porém a continuidade não será tão intensa. Assim, o conjunto visual se torna único e as marcações dos rejuntes ficam praticamente invisíveis. 

Tons parecidos

Nessa opção, as marcações do rejunte são visíveis, porém possuem um aspecto mais suave e leve. Geralmente são usadas cores neutras e padrão, dando mais naturalidade à composição. Porém, também pode ser feito um tom sobre tom, como por exemplo um azulejo azul escuro e um rejunte azul claro, dando sofisticação e harmonia entre as cores e ao ambiente. Essa combinação é uma das mais comuns, e seu uso varia em todos os tamanhos e cores das peças.

Tons contrastantes

Para quem deseja um ambiente mais demarcado e definido, usar cores de rejunte que contrastam com as cores das peças é uma excelente opção. Geralmente é recomendada para peças menores, mas a escolha estética pode trazer inúmeras combinações de tamanhos e cores. O contraste destaca as placas e, dependendo dos tons escolhidos, pode dar um aspecto mais divertido à composição, como por exemplo um azulejo de cor neutra com um rejunte azul escuro.

Depois dessas inspirações, deu até vontade de reformar o cantinho, né? Se você se interessou pelo conteúdo e pelos nossos produtos, venha conhecer nossa loja na Av. Dr. Gastão Vidigal, 22, Zona 08, Maringá – PR! Estaremos te esperando.

Nossas redes sociais:

Instagram: @atelierportinariFacebook: https://www.facebook.com/atelierportinarimaringa/

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments